(51) 98181.8384

Notícias

Manthus: melhora da celulite e redução da gordura localizada

Saiba mais +

19
Out/2017

Drenagem linfática na gravidez é seguro? Tire todas as dúvidas

Saiba mais +

20
Out/2017

Massagem Terapêutica

Saiba mais +

24
Out/2017

REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL (RPG) E SEUS BENEFÍCIOS

Saiba mais +

30
Out/2017

Quiropraxia: O que é? Quais os benefícios? Como funciona a sessão?

Saiba mais +

14
Nov/2017

O ATENDIMENTO COM A RPG

Saiba mais +

23
Nov/2017

Manthus: melhora da celulite e redução da gordura localizada

Fonte:

O resultado pode ser visto, geralmente, a partir da quinta sessão

Você, alguma vez, deixou de vestir uma saia ou um shorts mais curto, por considerar que essas peças deixariam aquelas indesejáveis celulites à mostra?!

Saiba que não é a única! Afinal, a lipodistrofia ginóide – popularmente conhecida como celulite – acomete mais de 90% das mulheres e é um dos principais motivos que as fazem procurar produtos e tratamentos que possam ajudar a combater ou, pelo menos, amenizar esses sinais na pele.

 

E, entre os métodos mais conhecidos para tratar o problema, destaca-se o Manthus que, além de prometer a melhora da celulite, atua na redução da camada de gordura do corpo.

 

Não é por acaso que o tratamento faz o maior sucesso, inclusive entre as famosas. Atrizes como Juliana Alvez, Isis Valverde, Cissa Guimarães e Paola Oliveira já declararam à imprensa que são adeptas da técnica.

 

Porém, nem todas as mulheres já tiverem o privilégio de realizar sessões de Manthus e usufruir dos benefícios estéticos que oferece. Mas, vale a pena se informar abaixo sobre a técnica e, se surgir o interesse, fazer uma avaliação em uma clínica de confiança para aderir ao tratamento!

 

O que é Manthus?

 

Ingrid Peres, fisioterapeuta dermatofuncional e gerente da área científica da Onodera Estética, destaca que o Manthus é um equipamento computadorizado, extremamente preciso e versátil, constituído por geradores de ultrassom e correntes. “Ele oferece um tratamento estético capaz de reduzir celulite e gordura localizada, além de ajudar na circulação sanguínea e no pós-operatório”, diz.

 

A fisioterapeuta dermatofuncional explica que o Manthus trabalha com as chamadas terapias combinadas, constituídas por um potente emissor de ultrassom, associado a um gerador de estímulos elétricos estereodinâmicas, bem como correntes polarizadas com grande penetração.

 

 

“As correntes estereodinâmicas aceleram o sistema linfático, diminuindo a célula de gordura e as toxinas que foram expulsas com a realização do ultrassom. As correntes polarizadas permitem que o aparelho realize a introdução de princípios ativos específicos para a redução de gordura localizada, celulite e flacidez de pele”, destaca Ingrid Peres.

 

Quantidade de sessões

 

De acordo com a fisioterapeuta Ingrid, o número de sessões – cada uma com 30 minutos – é indicado de acordo com a avaliação de uma consultora e deve focar o principal problema apresentado. “Geralmente, é sugerido um mínimo de 10 sessões, que são ajustadas de acordo com a evolução do tratamento”, diz.

 

A profissional acrescenta ainda que o resultado começa a ser apresentado, de forma geral, a partir da quinta sessão.

 

O valor de cada sessão gira de acordo com o número de sessões totais que serão feitas pela paciente, conforme explica Ingrid. Porém, vale destacar que os valores podem variar de acordo com a cidade/local onde será realizado o tratamento.

 

A opinião de quem já fez

 

Ana de Lima, 27 anos, dentista, diz que se considera magra, mas, como a maioria das mulheres, se incomoda com algumas regiões do seu corpo, onde acumula aquela “gordurinha difícil de sair”. “Fui a uma clínica estética e fiz uma avaliação, porque ainda não tinha ideia de que método eu gostaria de fazer. Expliquei tudo o que me incomodava e o tratamento mais indicado foi o Manthus”, relata.

 

Ana conta que viu ainda, na clínica, fotos de “antes e depois” de algumas pacientes e ficou impressionada com os resultados. “Uma dúvida que tinha era em relação à dor. Mas não senti nada demais, somente um formigamento, como se fosse um ‘choquinho’. Me explicaram também que a potência do aparelho é ajustada dependendo da sensibilidade de cada pessoa”, acrescenta.

 

“Fiz 10 sessões e senti mesmo que minhas calças jeans passaram a ‘entrar’ melhor em mim e minhas celulites já não estão mais tão aparentes. Aprovei o resultado e indico o tratamento para quem me pergunta”, finaliza Ana.

 

Contraindicações

 

Ingrid Peres explica que gestantes, pessoas com hipertensão, diabetes, feridas abertas, processos tumorais e alterações vasculares (trombose, tecido isquêmico) não podem aderir à técnica.

 

As demais, porém, interessadas em reduzir a gordura localizada, tratar a celulite e a flacidez da pele, têm bons motivos para buscar o tratamento!

 

Vale destacar que, como todo procedimento estético, a colaboração da paciente é fundamental. As sessões de Manthus devem estar associadas a uma alimentação saudável, ao consumo de bastante água e à prática de atividades físicas. Afinal, esses fatores estão intrinsecamente ligados e são o caminho certo para mulheres que buscam uma pele e um corpo mais bonitos.

 

Agende uma sessão pelo what's up 981818384

Drenagem linfática na gravidez é seguro? Tire todas as dúvidas

Fonte: Delas - iG

A massagem é indicada a partir do terceiro mês de gestação e diminui a retenção do líquido, amenizando dores e desconfortos do período

Inchaço nas pernas e nos pés, cansaço e dores na lombar são alguns dos sintomas que as mulheres enfrentam quando estão passando pela gravidez . Além de garantir uma alimentação saudável e equilibrada, algumas mulheres recorrem à drenagem linfática manual para amenizar os incômodos e desconfortos da gestação. Mas será que a técnica é segura?

 A drenagem linfática manual é indicada a partir do  3º mês gestacional por amenizar os incômodos e desconfortos do período

Sim, se realizada com todos os cuidados necessários. De acordo com esteticistas e obstetras, a drenagem linfática pode ser extremamente benéfica para as gestantes, amenizando as dores e a retenção de líquido e, consequentemente, diminuindo o inchaço comum da gravidez. 

Segundo as esteticistas Mariana Braga e Marcelle Correa, isso acontece porque essa é uma técnica de massagem  acelera o processo de drenagem pelo sistema linfático, mobilizando da linfa até os gânglios linfáticos, eliminando assim o excesso de líquido e toxinas. 

Retenção de líquido

Durante a gestação há um aumento da produção hormonal que é responsável por várias modificações estruturais e musculares, consequentemente o corpo feminino passa a reter bastante líquido.

“Alguns desses hormônios são essenciais para a gravidez e atuam reabsorvendo sódio, que é um dos maiores responsáveis pela retenção de líquido”, dizem as esteticistas. Nessas condições, o corpo da gestante tem um aumento de 30% a 50% do volume sanguíneo.

Luiz Fernando Leite, obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana, explica que essa retenção de líquido é proporcional à idade gestacional da mulher. “A drenagem ajuda a eliminar esses líquidos e contribui ativamente para a recuperação da saúde física e estética da gestante”, explicam as esteticistas. 

Além da drenagem, Luiz Fernando sugere a prática de atividades físicas e manter a hidratação do corpo para amenizar os sintomas de desconforto.

Como a técnica é feita?

A técnica da drenagem linfática é realizada por profissionais habilitados e consiste em fazer manobras lentas, leves e rítmicas no corpo da gestante, estimulandos os linfonodos, responsáveis pela absorção da linfa. Dessa forma, ajuda-se a eliminar o líquido retido e, consequentemente, diminuem-se os desconfortos causados pelo inchaço. 

Segundo as esteticistas, as manobras não variam conforme os meses de gestação e são feitas em braços, pernas, pés e costas da mulher. “Não drenamos o abdômen e para drenar a parte de posterior da coxa a gestante fica de lado”. Não há um limite de sessões a serem realizadas, e elas podem ser feitas todos os dias.

É importante ressaltar que os efeitos podem ser sentidos na hora ou algumas horas após a sessão. Como saber se deu resultado? Além da diferença no espelho, a grávida sentirá muita vontade de fazer xixi, já que o líquido retido é eliminado pela urina.

Benefícios

A técnica tem inúmeros benefícios para a gestante. Além da redução do líquido retido no corpo, a drenagem linfática atua no corpo de forma a melhorar a oxigenação dos músculos.

A técnica de massagem melhora a oxigenação dos músculos, previne e combate varizes e diminui as dores do corpo

A drenagem também ajuda a mulher a relaxar, estimula a lactação, prepara as mamas para a amamentação, previne e combate varizes, celulite e estrias. Luiz Fernando comenta que a massagem também diminui as dores do corpo, principalmente de pés, pernas e lombar.

Existem algum risco ou contraindicação? 

Apesar de oferecer inúmeros benefícios para o bem-estar da gestante, a massagem feita na drenagem linfática também apresenta alguns riscos e contraindicações. O médico e as esteticistas explicam que as contraindicações são no caso de gravidez de risco, hipertensão descontrolada, insuficiência renal, trombose venosa profunda e doenças relacionadas ao sistema linfático.

De acordo com Luiz Fernando, mulheres com a placenta baixa ou gravidez de gêmeos devem ter o caso analisado individualmente pelo obstetra, já que nessas condições específicas o risco de sangramento pode ser maior. Além disso, mulheres com diabetes, hipertensão ou varizes devem evitar a técnica, uma vez que essas condições aumentam o risco de trombose. 

O cuidado também se estende aos meses de gestação. Segundo Mariana e Marcelle, a drenagem deve ser evitada nos primeiros três meses de gestação. O motivo para isso está no fato de que, quando estimulados, alguns pontos do corpo podem aumentar os riscos de aborto – que já são grandes nesse período. "São os meses que requerem mais cuidado", afirmam. 

“Os riscos sempre existem se a drenagem não for executada por profissionais habilitados”, acrescenta o obstetra. Por isso, caso você se interesse pela drenagem, é essencial buscar clínicas e profissionais com recomendações e bem preparados para atender gestantes com características específicas. 

Pós-parto

Os benefícios da técnica se estendem para o pós-parto, mas nesse momento alguns cuidados também são necessários. As esteticistas explicam que a gestante precisa ser liberada pelo obstetra para retornar às sessões. A liberação é importante porque mulheres com doenças relacionadas ao sistema linfático, insuficiência renal, trombose e hipertensão não controlada, por exemplo, não podem receber a drenagem.

Em casos de parto cesariana os obstetras recomendam esperar pelo menos trinta dias até voltar às sessões de drenagem.

A autorização do obstetra e tempo de repouso após o parto variam de caso para caso. No caso de parto normal, algumas mulheres são autorizadas logo após o nascimento do bebê. Luiz Fernando orienta esperar 30 dias para voltar com a drenagem nas pernas e 60 para receber no abdômen, principalmente quando o parto foi uma cesárea.

Mariana e Marcelle explicam que quando a mulher foi submetida a uma cesariana, os principais cuidados na hora da drenagem linfática são em relação à cicatrização da cirurgia – que pode demorar até um mês. “A profissional deve usar luvas e não pode fazer movimentos bruscos”, explicam. Além disso, de acordo com as esteticistas, a paciente pode usar o linfotaping , uma fita que encaminha a linfa para os linfonodos, 20 dias após o parto. “Mas tudo depois da autorização do obstetra”, afirmam.

 

Massagem Terapêutica

Fonte:

“A Massagem terapêutica tem sido estudada cientificamente por muitos anos. Tem apresentado muitos efeitos positivos em uma variedade de condições de saúde. Teve suas raízes com Pehr Henrique Ling em 1813, ganhou força e maior arsenal terapêutico com o Dr. Mezger da Holanda. A partir da massagem terapêutica, diversos profissionais e o próprio público em geral, passou a mudar o olhar com relação a profissão. Em 1916, com as pesquisas sobre efeitos fisiológicos o Dr. Mennell, reconhece os benefícios e efeitos já ditos por Ling 100 anos antes.

 

Tais efeitos eram: mecânicos, fisiológicos e Reflexos. Em 1950, Gertrud Beard propõe seu próprio método de massagem Terapêutica, fugindo das propostas de Ling, Mezger e Mennell, entretanto, a massagem dita terapêutica, possuía um arsenal próprio, com princípios e praticas especificas. Muito utilizado por médicos e práticos esse sistema ficou com os massoterapeutas.

 

Há muitos aspectos positivos da massagem. Um dos mais importantes benefícios da massagem é um aumento da circulação, que podem acelerar a cura e melhorar a recuperação, que foi preconizado por Ling em 1813. Outro aspecto é o conhecimento da natureza dos tecidos, campo especifico da massoterapia, onde a massagem terapêutica ganha respaldo.

Preconizado por Boris Chaitow, Stanley Lief e Cyriax.

 

Hoje em dia, pesquisas científicas mostram claramente muitos benefícios da massagem na nossa saúde e bem-estar, dentre elas:

 

Benefícios da Massagem

 

• Alivia o stress e promove uma sensação geral de relaxamento, ajudando você a respirar e se mover mais facilmente

• Alivia a dor e a tensão, e ajuda a gerenciar melhor a dor

• Reduz a inflamação

• Promove a rápida recuperação de lesões (trabalho, trauma, acidente ou desportivas)

• Aumenta a mobilidade e permite uma maior flexibilidade articular e amplitude de movimento

• Melhora a circulação

• Melhora e fortalece o sistema imunológico

• Alivia problemas oste-omusculares e melhora a postura

• alivia os desconfortos da gravidez

• Reduz a ansiedade e promove uma sensação geral de bem-estar

• Aumenta a consciência corporal

 

Massagem terapêutica e Condições de Saúde

 

Além de ser muito eficaz no alívio do stress, há muito a pesquisa científica que mostra como a massagem pode ajudar com uma variedade de condições de saúde, incluindo:

 

• Ansiedade e depressão

• Artrite

• Dor nas Costas

• Síndrome do túnel cárpico

• A dor crónica e aguda

• problemas circulatórios

• Depressão

• desordens digestivas

• Fibromialgia

• Doenças músculo-esqueléticas

• Dor

• Distúrbios do Sono

• Lesões desportivas

• Stress

• Tendinite

 

Segundo Tifany Field do Instituto do Toque em Miami, a massagem terapêutica possui escopo de estudo especifico e requer dedicação por parte do terapeuta. Nela são encontradas as seguintes técnicas: DLM, massagem sueca modificada, técnicas de fricções diversas, manobras de compressão, cinesiologia e etc.

Os terapeutas de massagem irão usar uma variedade de técnicas para promover a cura e relaxamento, bem como promover uma maior flexibilidade e amplitude de movimento. Quando um grupo específico do músculo está lesionado ou contraturados, outros músculos ao redor da área afretada também ficam atingindos em resposta a ferimentos ou contracções.

 

É necessário também estudo sobre miologia, que é fundamental para formação do profissional. Segundo L.Chaitow a massagem terapêutica foi o sistema que mais elevou a profissão em todo o mundo, mas requer treinamento nos fundamentos suecos e da anatomia e fisiologia sem deixar o estudo de patologias. Não podemos aceitar a massoterapia sem escopo de estudo com carga horária de anatomia e fisiologia, sem levar em consideração matérias como biossegurança, orientação em saúde, citologia e histologia…

Massagem terapêutica é área de saúde e, portanto, com formação técnica.”

 

FONTE: Sentir Bem Estar

 

Na Fisiobeauty a massagem terapêutica é executada por fisioterapeuta, com aplicação prévia de quiropraxia e manobras de liberação miofascial, agende sua sessão pelo what's up 981818384 e aproveite!!

www.fisiobeautypilates.com.br

REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL (RPG) E SEUS BENEFÍCIOS

Fonte:

 

No inicio da década de 50, a terapeuta corporal Françoise Mézières elaborou, através de observação cuidadosa, uma proposta de atuação que revolucionava a forma de trabalhar o corpo.

Mézières já afirmava que a questão não está na “fraqueza” da musculatura posterior, mais no excesso de força, sugerindo então que a solução seria “soltar os músculos posteriores para que eles libertem as vértebras mantidas num arco côncavo”. Mézières ia mais longe em suas considerações teóricas, afirmando que “não é somente o esforço para ficar em equilíbrio que encurta os músculos posteriores mas, também todos os movimentos de média e grande amplitude executados pelos braços e pernas, solidários com a coluna vertebral.

Philippe-Emanuel Souchard ensinou o método Mézierès durante dez anos no centro Mézières, no sul da França. Fundamentou esta forma de trabalho em seu profundo conhecimento de anatomia, biomecânica, Cinesiologia, osteopatia, campos que lhe permitiram embasar a técnica hoje conhecida como Reeducação Postural Global (RPG).

 

A RPG consiste em ajustamentos na postura para reorganização dos segmentos do corpo humano, permitindo a reorganização e o reequilíbrio dos músculos que firmam a postura. Identifica e alonga os músculos considerados responsáveis pela alteração postural.

O tratamento com a RPG é totalmente personalizado, ou seja, cada paciente recebe um atendimento individual, de acordo com as suas necessidades. Normalmente, as consultas duram em torno de uma hora e a quantidade de vezes por semana vai depender de cada caso.

A duração do tratamento também varia bastante, mas durante a primeira consulta é possível ter alguma previsão do tempo necessário através da avaliação aplicada pelo fisioterapeuta acompanhante.

Problemas respiratórios, morfológicos, articulares, esportivos, traumáticos eurológicos podem ser tratados com a RPG, em fases agudas, com ou sem a manifestação de sintomas.

Principais doenças que podem ser tratadas com a RPG:

dores lombares, cervicais e dorsais; dores nos pés e nas mãos, lesões por esforço repetitivo (LER); hérnias de disco; asma e bronquite; estresse; distúrbios digestivos e circulares; artrite, artrose, bursite e tendinite; estrabismo; incontinência urinária.

Mais que tratar a doença, a RPG trata o individuo, evitando retorno do problema após o tratamento. Não existe restrição de idade para a sua aplicação, mas o tratamento só pode ser acompanhado por um fisioterapeuta com formação em RPG.

Benefícios da RPG: Correção dos vícios de posturas inadequadas; melhora o aspecto estético e preventivo da má postura; alívio de dores na coluna; correção dos desvios posturais; atua na prevenção e tratamento de hérnia de disco; melhora da conscientização corporal; fortalece e alonga os músculos melhorando a respiração e a postura.

Quiropraxia: O que é? Quais os benefícios? Como funciona a sessão?

Fonte:

 

O método da quiropraxia pode ser aplicado em qualquer pessoa, desde recém-nascidos, até aqueles em idade avançada. Os quiropraxistas, profissionais aptos a aplicar estas técnicas manuais, cuidam de todo o sistema neuro-esquelético. No entanto, os principais problemas tratados pela quiropraxia referem-se as dores lombares, hérnias de disco, dores ciáticas, tensão muscular, restrições a movimentos, dores de cabeça e no pescoço, dores e problemas nas principais articulações dos ombros, tornozelos, cotovelos, joelhos, punhos que podem surgir de repente causados pela sistemática repetição de movimentos contínuos ou por meio de posturas erradas.

Um dos diferenciais da quiropraxia é provocar no paciente o autoconhecimento do próprio corpo e inserir hábitos de bem-estar e de qualidade de vida para que, futuramente, o paciente não mais volte a sofrer dos males antigos. Por exemplo, o paciente possui hábitos de má postura corporal ou de não praticar nenhum exercício físico laboral durante o dia a dia. As principais posturas consideradas inadequadas são:

– sentar de forma torta com a coluna inclinada;

– digitar consistentemente e não alongar as mãos;


 
– permanecer muito tempo sentado ou em pé;

– não ter o hábito de alongar-se.

A partir das práticas de quiropraxia, o paciente vai começa a inserir novos e bons hábito em sua rotina diária e por consequência terá mais qualidade de vida. Portanto, o método não serve apenas para aqueles que já estão doentes ou sofrendo com dores intermináveis, mas também para aqueles que desejam garantir boa saúde do corpo, como maneira preventiva.

Como surgiu a quiropraxia

A quiropraxia ou cura por meio de técnicas manuais foi descoberta e iniciada pelo médico norte-americano Daniel David Palmer, em 1895, nos Estados Unidos. No Brasil, a técnica somente começou a ser difundida a partir de 1992, por meio da criação da Associação Brasileira de Quiropraxia. Estima-se que existam, atualmente, cerca de 90 mil profissionais desta área em todo o mundo.

Para conseguir diagnosticar uma doença e prescrever o tratamento exato, um profissional desta área tem a necessidade de formação superior, e o curso varia de faculdade para faculdade, com 4 anos e meio até 6 anos. Entre as disciplinas curriculares estão presentes uma vasta formação em ciências biológicas.

Quais os benefícios da quiropraxia

Os benefícios dependem de que área o paciente vai tratar. Os pacientes que procuram um quiropraxista precisam tratar dores de articulações, hérnias de disco, complicações lombares, dores no pescoço e dores de cabeça. Pessoas que ficam sentadas diariamente e por muito tempo, realizando as mesmas funções, como taxistas, atendentes de telemarketing, entre outras profissões.

O não tratamento dessas dores podem adquirir lesões em tendões e articulações lombares. Portanto é fundamental encontrar a causa destas dores e trata-las faz parte desta prática aplicada pela quiropraxia. O diagnóstico começa por analisar a postura (hábitos, maneira de sentar, etc) do paciente, passa por testes ortopédicos e também neurológicos, e pelo contato (toque) nas áreas afetadas e doloridas. Exames laboratoriais, tais como tomografias, ressonância magnética ou raio-x também podem ser necessários para fechar um diagnóstico acerca da causa das dores e de como a quiropraxia deverá ser aplicada.

Como funciona a sessão de quiropraxia

As sessões ajustam a musculatura e restauram a movimentação correta dos músculos. Quando realizada adequadamente, por um profissional capacitado, a técnica é indolor e sem contraindicações e consegue trazer alívio e conforto ao paciente. Porém, em pacientes com doenças em estágio avançado, hérnias de disco problemáticas, a aplicação da quiropraxia pode causar certo desconforto, certo incômodo.

Um pouco de cansaço e sensação muscular de rigidez, logo após as sessões de quiropraxia, são normais e não representam problema algum. Além de tratar problemas com a coluna vertebral e os nervos que fazem conexão com ela, os pacientes que buscam a quiropraxia também tratam de distúrbios relacionados a irritabilidade, stress, tensão diária, entre outros.

Para determinar a quantidade de sessões que o paciente necessita, o quiropraxista avalia todo o quadro clínico, inclusive de que forma ele vai reagir com as primeiras sessões. 

Agende uma sessão pelo what's up 981818384

O ATENDIMENTO COM A RPG

Fonte:

O tratamento de Reeducação Postural Global (RPG) é realizado através de atendimentos que duram, em média, uma hora cada sessão. Contudo, a duração da consulta bem como de todo o tratamento, vai depender das necessidades de cada paciente. Por isso, considera-se a RPG como um método de tratamento, totalmente, personalizado. O fisioterapeuta acompanhante (profissional apto a aplicar a RPG) inicia o tratamento com uma avaliação detalhada do quadro do paciente e, somente após essa primeira etapa, poderá direcionar o atendimento de maneira eficaz, dando início às sessões que vão ocorrer uma ou duas vezes por semana na clínica de fisioterapia. Os resultados com a RPG já podem ser percebidos a partir da primeira sessão e atingem sucesso em até 90% dos casos. O campo de aplicação é enorme e o método de tratamento deve elevar-se ao nível de complexidade de cada caso ou patologia.

EM QUAIS CASOS DEVE-SE PROCURAR PELA RPG?

A maioria das pessoas não está acostumada a se portar como deveria com o seu corpo. Posturas inadequadas no trabalho, em casa, no lazer, na escola são frequentes e com elas o indivíduo fica suscetível a uma série de patologias. Outros fatores também podem contribuir para agravar o problema, é o caso da gravidade que tende a nos comprimir, achatando músculos e articulações. Tudo isso acaba provocando um desequilíbrio do corpo e é nesse contexto que entra em ação a RPG.

Diversos problemas morfológicos, articulares, traumáticos, respiratórios (asma/bronquite), somáticos (estresse, distúrbios circulares e digestivos), reumatológicos (artrite, artrose, bursite, tendinite), cervico-óculo-motores (estrabismo, cefaleias), problemas de períneo (como a incontinência urinária), sequelas de patologias neurológicas e problemas de origem esportiva que requerem fisioterapia podem ser tratados pela RPG.

O método é indicado ao público mais diverso, de ambos os sexos e de todas as idades, tanto para prevenir as eventuais consequências da má postura, quanto para combater as diversas dores relacionadas a diferentes patologias: dores lombares, ciáticas, dorsais e cervicais; lesões por esforço repetitivo (LER), decorrentes da profissão ou de atividades desportivas; desvios de coluna (escoliose, hiperlordose e hipercifose); dores nos pés, punhos e mãos; dores no quadril (pubalgias); hérnias de disco; torcicolos; além de proteger contra processos degenerativos articulares. A RPG é também bastante aplicada, atualmente, na prevenção, preparação e recuperação de atletas e na reeducação pós-traumática.

Dessa forma, percebe-se que o tratamento com RPG pode ser utilizado em grande parte das patologias ou perturbações do sistema neuro-músculo-esquelético, doenças agudas ou crónicas, com ou sem sintomas. Não há contra-indicação específica para sua aplicação.